Mestre-Sala e Porta-Bandeira são considerados Patrimônio Cultural do RJ

às

As funções de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, símbolos do Carnaval, se tornam Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio. O decreto foi sancionado pelo governador Cláudio Castro e publicado no Diário Oficial na quinta-feira (13).

O desempenho do casal é um dos quesitos de avaliação dos jurados nos desfiles das escolas de samba da Sapucaí.

A lei prevê apoio do Poder Executivo em ações que valorizem e divulguem do novo bem imaterial. As funções já possuem uma data comemorativa no Brasil, celebrando o Dia Nacional do Mestre-Sala e Porta-Bandeira no dia 24 de novembro.

 

Crédito: Band News

Veja também

As companhias aéreas Azul e Gol anunciaram, nesta quinta-feira (23), acordo de cooperação comercial que vai conectar as suas malhas aéreas
às
Cerca de 200 ciclistas deverão participar do GP das Montanhas de ciclismo que acontece neste domingo, dia 26 de maio
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias