Orgânicos viram hambúrguer, dadinho e wrap vegano nas mãos de chefs de Maricá

Pratos fizeram sucesso na última edição do Pedacinho do Céu
às
53639020527_af47676cf7_o
Foto: Leonardo Fonseca

Batatas doces coloridas, pimentas e aipins orgânicos produzidos em terras maricaenses fizeram sucesso na última edição do Pedacinho do Céu. Eles foram incorporados a pratos como dadinho de aipim, hambúrguer de peixe branco, dadinho de filé de peixe e wrap vegano. Os legumes também foram usados como chips ou musseline.

Além disso, leia outras notícias sobre Maricá.

Os alimentos são produzidos pelo projeto Inova Agroecologia, que fica na Fazenda Pública Joaquín Piñero, no Espraiado. Trata-se de uma parceria da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) com a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Orgânicos viram hambúrguer em Maricá. Os ingredientes orgânicos fizeram sucesso na última edição do festival Pedacinho do Céu em Maricá.
Orgânicos viram hambúrguer em Maricá – Foto: Leonardo Fonseca 

Em março, diversos chefs de cozinha da cidade estiveram na fazenda conhecendo diversas variedades de frutas e legumes orgânicos, com o objetivo de disseminar sementes e informações para que agricultores maricaenses produzam os alimentos de grande aceitação no mercado.

Entre os alimentos usados no Pedacinho co Céu, esteve o aipim Manoel Ribeiro. É uma variedade resgatada pelo nova Agroecologia Maricá. Era cultivada em toda região da cidade desde a década de 50, mas foi sendo perdida com o passar do tempo. A planta possui caules grossos e muito produtiva, alcançando 40kg/planta.

É um aipim de cozimento fácil e com a vantagem de que, mesmo após um ano, ainda pode ser colhido para mesa.

O projeto Inova multiplicou  as ramas do aipim Manoel Ribeiro e distribuiu para os agricultores de Maricá, como forma de garantir a preservação dessa variedade.

Parceria

Segundo o coordenador do Inova, João Araújo, o projeto realizado em parceria com a Rota Gastronômica de Maricá  une  quem produz e quem demanda o alimento para produzir.

“Nosso interesse é mostrar ao agricultor que o alimento produzido por ele tem grande demanda e poder de comercialização. Trouxemos inovação em alimentos e estamos fechando o ciclo, gerando renda, pensando no homem do campo, trazendo auto estima e saúde com alimentos orgânicos”, explica o professor da UFRRJ.

“Fizemos a capacitação dos agricultores com aulas teóricas e práticas. E agora estamos fazendo a conexão dos agricultores com o coletivo de chefes que prepararam uma diversidade de pratos para o evento”, completa.

Assim que ler a matéria, deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais.

Veja também

Velocidade, adrenalina e diversão em família. Foi realizada, neste fim de semana, a segunda edição do Encontro Off Road em Itaboraí
às
Rio Bonito sediou nos últimos dias 14, 15 e 16 a Taça Brasil de 2024, competição internacional de ciclismo que reuniu 130 atletas
às
Dois homens foram presos em flagrante na madrugada desta segunda-feira (17) por porte ilegal de armas, munições
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias