Preso homem que violentou estudante na trilha da escola em Rio Bonito

às

Foi preso nesta terça-feira (26) o homem acusado de assaltar e violentar uma estudante de 12 anos por volta das 11h da última segunda-feira (25), na trilha que liga o bairro Green Valley ao Colégio Municipal Dr. Astério Alves de Mendonça, na Mangueirinha, em Rio Bonito. Segundo o delegado titular da 119ª DP, Luiz Henrique Ferreira Guimarães, o homem, identificado como Matheus Guimarães Barbosa, de 19 anos, já vinha espreitando a vítima há alguns dias. Na abordagem, ele chegou dar informações pessoais sobre familiares da estudante enquanto anunciava o assalto e obrigava a menina entrar na mata.

No depoimento, a vítima conta com detalhes o que aconteceu. Segundo o registro, a estudante foi abordada logo depois que passou pela ponte que dá acesso a escola. “Você está achando que eu te conheço de agora? Eu estou te seguindo desde sexta-feira. Sei quem é sua mãe, ela tem uma moto vermelha. Quem é teu pai? Quantos anos você tem?”, teria questionado, antes de mandar a vítima se deitar no chão. “Fecha o olho! Se você chorar ou gritar eu te mato!”, ordenou.

Depois de abusar da vítima, Matheus teria pedido o telefone celular da estudante e ordenado que ela desbloqueasse o aparelho, tirasse a senha, apagasse as fotos e os contatos. Em desespero, a estudante não conseguia fazer o que lhe era ordenado. O suspeito teria, então, tomado o aparelho, retirado o chip e feito outra ameaça. Ela deveria ficar na mata até às 15h, e se tentasse fugir, “tem outra pessoa armada no local”. Ainda segundo o registro, o acusado desceu ao início da mata para pegar a mochila da vítima, o que deu a estudante a oportunidade de fugir em direção a estrada do Green Valley, onde a mãe a esperava.

Conforme relatos já descritos nas mídias sociais ao longo do dia de ontem e de hoje, a estudante chegou a estrada do Green Valley trajando apenas a blusa do uniforme. Levadas para a delegacia, mãe e filha fizeram o registro. Com as características do acusado em mãos, os policiais saíram à procura dele. Cerca de 20 minutos depois, um homem com as caraterísticas descritas pela vítima foi avistado num ponto de ônibus. Uma foto foi tirada, enviada para a delegacia, mostrada a estudante, que reconheceu o autor dos crimes praticados contra ela. Policiais prenderam Matheus. Na delegacia ele confessou o roubo do celular, revelou já ter vendido o aparelho por R$ 100,00, explicou a quem vendeu, mas insiste não ter violentado a vítima.

Segundo o delegado, Luiz Henrique Ferreira Guimarães; o bandido já tem passagens pela polícia “e deveria estar preso”. Na oportunidade, o delegado comentou que a receptação de produtos roubados é crime e que a pessoa que comprou o telefone celular de Mateus, produto de roubo, terá que dar explicações a Justiça. “Na casa da pessoa que comprou o celular, Matheus pediu para se lavar, porque estava sujo e a pessoa nem desconfiou de nada”, comenta o delegado.

A segurança dos usuários da trilha que liga o Green Valley ao Colégio Municipal Dr. Astério Alves de Mendonça já foi assunto de outras reportagens. No dia 20 de julho de 2017, estudantes foram assaltados quando atravessavam a trilha, que também é utilizada por trabalhadores que moram no Green Valley, Serra do Sambê e localidades adjacentes. O caminho é usado para encurtar o trajeto para a Praça Cruzeiro e Mangueirinha. O delegado reconhece que o policiamento precisa ser intensificado na cidade e acrescenta que a presença constante de guardas municipais, sobretudo no horário de entrada e saída dos alunos seria importante para impedir outros episódios dessa natureza.

Ao divulgar a foto do acusado, o delegado pede que as pessoas olhem a fotografia com a atenção. “Caso existam outras vítimas desse meliante, que essas vítimas não deixem de procurar a delegacia para fazermos o registro, o que aumentará o número de crimes e a sentença que ele receberá da Justiça”, conclui o delegado.

Fonte: Flávio Azevedo 

Veja também

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Saúde, abriu nesta segunda-feira (04/03) o segundo polo de atendimentos à dengue
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias