Preso homem que violentou estudante na trilha da escola em Rio Bonito

às

Foi preso nesta terça-feira (26) o homem acusado de assaltar e violentar uma estudante de 12 anos por volta das 11h da última segunda-feira (25), na trilha que liga o bairro Green Valley ao Colégio Municipal Dr. Astério Alves de Mendonça, na Mangueirinha, em Rio Bonito. Segundo o delegado titular da 119ª DP, Luiz Henrique Ferreira Guimarães, o homem, identificado como Matheus Guimarães Barbosa, de 19 anos, já vinha espreitando a vítima há alguns dias. Na abordagem, ele chegou dar informações pessoais sobre familiares da estudante enquanto anunciava o assalto e obrigava a menina entrar na mata.

No depoimento, a vítima conta com detalhes o que aconteceu. Segundo o registro, a estudante foi abordada logo depois que passou pela ponte que dá acesso a escola. “Você está achando que eu te conheço de agora? Eu estou te seguindo desde sexta-feira. Sei quem é sua mãe, ela tem uma moto vermelha. Quem é teu pai? Quantos anos você tem?”, teria questionado, antes de mandar a vítima se deitar no chão. “Fecha o olho! Se você chorar ou gritar eu te mato!”, ordenou.

Depois de abusar da vítima, Matheus teria pedido o telefone celular da estudante e ordenado que ela desbloqueasse o aparelho, tirasse a senha, apagasse as fotos e os contatos. Em desespero, a estudante não conseguia fazer o que lhe era ordenado. O suspeito teria, então, tomado o aparelho, retirado o chip e feito outra ameaça. Ela deveria ficar na mata até às 15h, e se tentasse fugir, “tem outra pessoa armada no local”. Ainda segundo o registro, o acusado desceu ao início da mata para pegar a mochila da vítima, o que deu a estudante a oportunidade de fugir em direção a estrada do Green Valley, onde a mãe a esperava.

Conforme relatos já descritos nas mídias sociais ao longo do dia de ontem e de hoje, a estudante chegou a estrada do Green Valley trajando apenas a blusa do uniforme. Levadas para a delegacia, mãe e filha fizeram o registro. Com as características do acusado em mãos, os policiais saíram à procura dele. Cerca de 20 minutos depois, um homem com as caraterísticas descritas pela vítima foi avistado num ponto de ônibus. Uma foto foi tirada, enviada para a delegacia, mostrada a estudante, que reconheceu o autor dos crimes praticados contra ela. Policiais prenderam Matheus. Na delegacia ele confessou o roubo do celular, revelou já ter vendido o aparelho por R$ 100,00, explicou a quem vendeu, mas insiste não ter violentado a vítima.

Segundo o delegado, Luiz Henrique Ferreira Guimarães; o bandido já tem passagens pela polícia “e deveria estar preso”. Na oportunidade, o delegado comentou que a receptação de produtos roubados é crime e que a pessoa que comprou o telefone celular de Mateus, produto de roubo, terá que dar explicações a Justiça. “Na casa da pessoa que comprou o celular, Matheus pediu para se lavar, porque estava sujo e a pessoa nem desconfiou de nada”, comenta o delegado.

A segurança dos usuários da trilha que liga o Green Valley ao Colégio Municipal Dr. Astério Alves de Mendonça já foi assunto de outras reportagens. No dia 20 de julho de 2017, estudantes foram assaltados quando atravessavam a trilha, que também é utilizada por trabalhadores que moram no Green Valley, Serra do Sambê e localidades adjacentes. O caminho é usado para encurtar o trajeto para a Praça Cruzeiro e Mangueirinha. O delegado reconhece que o policiamento precisa ser intensificado na cidade e acrescenta que a presença constante de guardas municipais, sobretudo no horário de entrada e saída dos alunos seria importante para impedir outros episódios dessa natureza.

Ao divulgar a foto do acusado, o delegado pede que as pessoas olhem a fotografia com a atenção. “Caso existam outras vítimas desse meliante, que essas vítimas não deixem de procurar a delegacia para fazermos o registro, o que aumentará o número de crimes e a sentença que ele receberá da Justiça”, conclui o delegado.

Fonte: Flávio Azevedo 

Veja também

Criminosos desviaram R$ 640 mil da conta das vítimas para laranjas. Quadrilha aplicou golpe do empréstimo consignado em pelo menos 17 pessoas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias