A Casa do Porco, em São Paulo, é o 17º melhor restaurante do mundo, segundo a lista ‘World’s 50 Best’ de revista britânica

às

O restaurante A Casa do Porco, dos sócios Jefferson e Janaína Rueda, no Centro de São Paulo, está entre os 50 melhores do mundo, segundo a lista mundial ‘World’s 50 Best’, da revista britânica Restaurant.

A lista foi divulgada nesta terça-feira (5), na Bélgica, e é considerada como o prêmio Oscar da gastronomia mundial. Em 2021, o tradicional restaurante paulistano conquistou a 17ª posição da lista britânica.

“A Casa do Porco” é o único brasileiro a figurar entre os 50 melhores restaurantes do mundo neste ano. Na última edição, em 2019, a unidade tinha conquistado a 39º posição na lista dos 50 melhores. O chef Jefferson Rueda assina o menu do espaço.

Por causa da pandemia, a lista ‘World’s 50 Best’ não foi divulgada em 2020.

Na descrição da lista neste ano, o menu assinado pelo chef Jefferson Rueda é descrito como “uma celebração do porco em inúmeras formas”.

“Em uma fazenda em sua cidade natal, São José do Rio Pardo, no estado de São Paulo, Jefferson Rueda cria porcos com uma dieta natural de soro de leite e vegetais. Após o abate em seu próprio matadouro, o chef aproveita cada parte do animal em pratos inventivos, como sushi de papada de porco e linguiça de sangue caseira”.

A revista também destacou o ambiente do restaurante, descrito como “mais divertido do que um jantar requintado, com uma sala principal adornada com porcos em miniatura, decoração colorida e artefatos interessantes das viagens do chef”.

O número 1 do ranking britânico de 2021 foi o restaurante Noma, em Copenhagem, na Dinamarca. O Noma já tinha sido eleito o melhor restaurante do mundo pela revista em 2010, 2011, 2012 e 2014, antes de fechar, em 2016, e se mudar para um novo local em 2018.

Menu

A Casa do Porco é conhecida por uma cozinha brasileira genuína, inovadora e criativa, usando a carne de porco de forma muito versátil.

No restaurante, o chef Rueda usa o animal por completo, do focinho ao rabo, em diferentes formas, texturas e sabores.

Os pratos mais conhecidos são o tartar de porco, o sushi de papada de porco e o torresmo de pancetta com goiabada.

Pela primeira vez em seis anos, entretanto, Rueda criou um menu degustação 100% vegetariano, feito com nabo, cogumelo e queijo coalho, que substituem a carne de porco nos pratos clássicos acima.

Os animais usados nos pratos e os vegetais das receitas são produzidos, quase que integralmente, numa propriedade da família chamada ‘Sítio Rueda”, em São José do Rio Pardo.

“Batizado de ‘Da Roça para o Centro’, o percurso das versões com e sem porco é o mesmo, e é quase impossível distinguir entre as apresentações idênticas das duas”, afirma o site do restaurante.

O preço do menu degustação no restaurante é de R$ 165 (cerca de U$ 30).

Crédito: g1.globo.com

Veja também

As companhias aéreas Azul e Gol anunciaram, nesta quinta-feira (23), acordo de cooperação comercial que vai conectar as suas malhas aéreas
às
Cerca de 200 ciclistas deverão participar do GP das Montanhas de ciclismo que acontece neste domingo, dia 26 de maio
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias