Artista riobonitense Dawson Nascimento vai expor seus trabalhos em São Pedro da Aldeia

às

Inaugurada em 2018, a exposição “Portais da História”, do artista plástico e historiador autodidata rio-bonitense, Dawson Nascimento da Silva, segue sua rota pelas principais cidades históricas do Estado do Rio. Após passar pelo Rio de Janeiro, na Casa França-Brasil, por Rio Bonito e Iguaba Grande, a mostra vai estrear em São Pedro da Aldeia, na Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos, na próxima sexta-feira (18), a partir das 20h, onde ficará até o dia 18 de fevereiro.

A exposição retrata aspectos arquitetônicos de cidades históricas do período Colonial e Imperial do Brasil, como o Rio de Janeiro, Rio Bonito, Itaboraí e as cidades mineiras de Mariana e Ouro Preto. Segundo Dawson, o principal objetivo é ressaltar a importância da valorização do patrimônio histórico e cultural da região. “É uma maneira de sensibilizar as pessoas em relação ao patrimônio histórico e a importância da preservação, tanto para o desenvolvimento econômico por meio do turismo, quanto para a arte. Muitos desses lugares são referencias para pintores, escultores, fotógrafos e entalhadores, assim como eu. A gente aproveita e usa arte pra mostrar essa importância”, diz.

Dawson explicou também o processo de produção das portas que recebem as imagens das cidades históricas. “Eu monto os painéis de madeira de 90 cm por 2,10m, faço um trabalho de carpintaria e ali faço o desenho dos prédios, depois vou entalhando”, relata. “São varias etapas; depois faço o risco e vou com o formol, faço o relevo. A gente lixa, pinta, faz o acabamento final e espera secar, passa uma cera e dá aquele envelhecimento com betume”, revela o artista, que já apresentou suas produções em sua própria cidade e também em outras, como São Gonçalo, Itaboraí e Rio de Janeiro, além do município de Mariana em Minas Gerais e da cidade paulista de Embú das Artes.

A última cidade por onde os “Portais da História” passaram foi Iguaba Grande, em outubro do ano passado, onde permaneceu por um mês e meio. Segundo Dawson Nascimento, a exposição foi um sucesso no município, contando com a visitação de escolas e nomes da comunidade artística local. Por sua vez, a mostra que acontecerá em São Pedro de Aldeia possui uma proposta diferente, de acordo com o artista. “A proposta é de também fazer uma oficina de arte com os moradores. É uma maneira de a pessoa ver o processo criativo, é outro olhar, outra linha de raciocínio”, afirma.

Os planos futuros do riobonitense incluem mais trabalhos voltados para a documentação artística das cidades históricas, no Centro do Rio de Janeiro e especialmente na Região dos Lagos. “Estou preparando um projeto para retornar a Casa França-Brasil, já estou fazendo a pesquisa e depois devo ir para outras cidades, como Niterói, onde já fui convidado. Mas eu queria falar sobre a Região dos Lagos, que eu curto muito, mas não é considerada local histórico”, conta ele. “Quando se fala em cidades históricas se pensa em Ouro Preto, Petrópolis, Paraty. Mas nossas cidades vizinhas são todas históricas”, defende.

A mostra “Portais da História” ficará cerca de um mês na Casa da Cultura de São Pedro da Aldeia, que após a estreia da exposição, funcionará de segunda a sexta-feira, de 8h30 às 17h. A Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos fica na Avenida Francisco Coelho Pereira, 255, no Centro da Cidade. A entrada é gratuita.

Veja também

Criminosos desviaram R$ 640 mil da conta das vítimas para laranjas. Quadrilha aplicou golpe do empréstimo consignado em pelo menos 17 pessoas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias