Atleta riobonitense fatura o bronze no Grand Slam de Taekwondo

às

No último fim de semana foi realizado o Grand Slam de Taekwondo, um dos torneios mais importantes da temporada 2019, que formou a mais nova versão da seleção brasileira das categorias adulto e juvenil. Entre os mais de 300 atletas que disputaram a competição, uma riobonitense fez bonito e por pouco não garantiu vaga na equipe verde amarela que disputará as principais competições da modalidade este ano. Lívia Souza, de 16 anos, ficou com o bronze na categoria até 46kg, mas acabou ficando de fora da seleção, já que apenas as duas primeiras colocadas (sendo uma titular e uma reserva) garantiam vaga. A competição foi toda realizada na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro.

Após um ótimo começo de competição, Lívia foi eliminada nas semifinais do torneio. Enfrentando a número 2 do ranking nacional, ela acabou sendo derrotada numa luta bastante equilibrada. “Ela teve um desempenho muito bom para uma atleta com menos de 1 ano de faixa preta. Estar entre as 10 melhores atletas do país não é fácil. Ela está de parabéns pela dedicação. Chegamos perto da tão sonhada vaga, mas não foi dessa vez. Agora é continuar trabalhando”, disse Vagner Menezes, treinador da atleta.

Vagner acredita que a vaga na seleção é uma questão de tempo. “Ela tem se dedicado bastante. Além do talento que já é dela, ela é uma menina muito esforçada. Está evoluindo a cada dia e, já já, vai chegar a seleção. Hoje temos uma atleta de altíssimo nível em nossa cidade. Fico bastante orgulhoso de ver a trajetória dessa menina, que começou a lutar aos 9 anos. Apesar de pouco apoio e de falta de estrutura para treinar, conseguimos colocar uma atleta entre as melhores do país. O sentimento é de dever cumprido”, revelou o treinador.

Em sua rede social, Lívia falou sobre a conquista. “Hoje digo para mim mesma: tenho orgulho de onde cheguei e tenho orgulho de dizer o quanto batalhei para chegar até aqui de cabeça erguida. Durante essa caminhada poderia ter desistido, mas, se eu tenho um sonho, vou até o fim. Hoje não foi a conquista do ouro, mas sim a conquista de que posso chegar no lugar mais alto do pódio, basta acreditar em Deus e deixa-lo agir, que tudo acontecerá no tempo certo”, postou.

O torneio reuniu mais 300 atletas e contou com quatro áreas de combates modernas e equipadas com o material utilizado nos Jogos Rio 2016.

Veja também

Encerradas definitivamente, sistema de transferências via DOC, um dos mais tradicionais meios de pagamentos bancários por décadas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias