Polícia Civil prende Homem em flagrante após ele matar o namorado em Niterói

Um homem, de 33 anos, foi preso em flagrante na última segunda-feira (18), pouco depois de matar, a facadas, o namorado, no Fonseca, em Niterói. A prisão foi realizada por agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo.

Os agentes da DHNISG foram acionados para um homicídio, dentro de um apartamento na Rua Capitão Dalva Rabello, por volta das 19h. No imóvel encontraram o corpo de um homem, com diversas marcas de facadas.

No local, um amigo do casal que se conheceu no sistema prisional, acompanhou o trabalho da polícia e ajudou com informações sobre a vítima, que é oriunda do Acre.

Após depoimentos, os policiais chegaram ao endereço onde o namorado da vítima estaria indo se esconder, na casa de uma familiar, no acesso ao Morro da Viradouro, em Santa Rosa, também em Niterói. O homem foi preso assim que chegou a residência, ainda no quintal da casa.

O acusado não reagiu a prisão e, segundo a polícia, confirmou ser o autor da morte do seu então namorado, com quem estava junto há cerca de quatro anos. Ele contou ainda que a execução aconteceu por volta 5h do mesmo dia.

O autor do crime ainda contou que a morte foi recorrente de uma discussão boba entre o casal. Inicialmente a briga teria começado por conta de questões familiares, e após os níveis de estresse aumentar, o autor esfaqueou o companheiro.

O corpo da vítima permanece no Instituto Médico Legal (IML), do Barreto, e passará por exames para comprovar a identificação. O acusado está preso por homicídio na sede da Divisão de Homicídios.  Ele será transferido ainda na manhã desta terça-feira (19) para o sistema prisional do Rio de Janeiro.

 

Crédito: www.osaogoncalo.com.br

Jogador do Araruama Futebol Clube pode ter sido assassinado por traficantes, em Araruama

A Polícia Civil do Rio vai apurar se a morte do jogador de futebol Maykon de Lima Baptista, que atuava no Araruama Futebol Clube, teria sido ordenada por traficantes da região conhecida como Casinhas, no bairro Vila Canaã. O meia foi morto a tiros no último sábado (9) em Araruama, na Região dos Lagos. O corpo do atleta foi enterrado neste domingo em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

Investigadores da 118ª DP (Araruama) já sabem que o atleta teria ido ao local para participar de um pagofunk (mistura de show de pagode com baile funk). A polícia apura se uma desentendimento na hora do evento foi o estopim para que o jogador fosse morto.

Testemunhas relataram que ele foi morto no local, mas o corpo foi encontrado no mato. A morte de Maykon causou comoção entre os atletas dos clube da Região dos Lagos.

Segundo o delegado Filipi Poeys Lima, titular da delegacia de Araruama e responsável pela apuração, as investigações estão bem avançadas e testemunhas ainda estão sendo ouvidas.

“Temos uma linha de investigação que precisa ser mantida em sigilo. De acordo com as testemunhas, ele estava saindo de um show de pagode e foi morto”, explicou o delegado.

Maikon de 28 anos tinha passagens por clubes de pequena expressão no futebol carioca como o São Gonçalo Futebol Clube e Maricá Futebol Clube. Atualmente o jogador defendia as cores do Araruama e disputava partidas da Série B2 do Campeonato Carioca. O atleta era natural de São Gonçalo.

 

Crédito: odia.ig.com.br

Investidor de criptomoedas e influenciador digital é morto a tiros dentro de seu Porsche em São Pedro da Aldeia

Moradores da pacata cidade de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, se assustaram ontem com um caso que estampou as páginas dos principais jornais da região. O investidor em criptomoedas e influenciador digital Wesley Pessano Santarém, de 19 anos, foi morto a tiros, na última quarta-feira (4), no bairro São João, quando ia cortar o cabelo. Segundo testemunhas, ele ainda estava dentro do carro, um Porsche Boxster vermelho, em que foi baleado, quando outro veículo emparelhou. Wesley mora na cidade vizinha, Cabo Frio, também na Região dos Lagos.

Nas redes sociais, a vítima apresentava-se como Wesley Pessano. Nascido no Rio Grande do Sul, ele mudou-se para Cabo Frio há cerca de um ano. Um homem que estava no banco do carona do conversível também foi baleado e levado para um hospital da região. Ainda não há informações sobre a identidade nem o estado de saúde desta segunda vítima.

Wesley tinha mais de 124 mil seguidores no Instagram, onde se apresentava como “trader” do mercado financeiro e dava dicas sobre investimentos. Na última foto publicada no feed do Instagram, Wesley aparece ao lado do Porsche onde foi morto, exibindo uma carteira cheira de dinheiro com a legenda: “Antes eram poucos sapatos, hoje até gente tem no meu pé”. O influencer fez postagens nos stories horas antes de ser assassinado, nas quais aparece no computador, vendo investimentos, e se exercitando.

Wesley também tinha um canal no YouTube chamado Pessano Trader, onde se apresentava como “rei do pullback”, expressão do mercado de ações que indica o melhor momento para comprar ou vender ativos. O canal soma quase 14 mil inscritos e 204 mil visualizações.

 

Investigação

Agentes da Polícia Civil e do 25º BPM (Cabo Frio) dirigiram-se ao local do crime. Informações iniciais indicam que Wesley teve pelo menos quatro perfurações de tiro, inclusive na cabeça. Ainda será preciso aguardar o resultado da perícia. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Cabo Frio. O caso foi registrado na 125ª DP (São Pedro da Aldeia). Até o momento, a polícia não descarta nenhuma linha de investigação, até mesmo a possibilidade de uma tentativa de roubo comum, tendo em vista o fato de que o Porsche é avaliado em mais de R$ 440 mil. A princípio, porém, nenhum pertence foi levado.

— Ainda é muito prematuro. As linhas de investigação dependem de vários fatos, das circunstâncias. Ainda falta a oitiva da testemunha, a pessoa que presenciou o fato, foi alvejada e sobreviveu. Existe a possibilidade de ter sido simplesmente um roubo, por ser um carro de luxo dentro de uma comunidade — disse o delegado Milton Siqueira Junior, titular da 125ª DP, em entrevista ao portal “RLagos Notícias”.

 

Outro caso

Este não é o primeiro crime envolvendo pessoas ligadas ao mercado de criptomoedas na Região dos Lagos. Em junho, o carro de um empresário do ramo foi atingido por disparos de fuzil em Cabo Frio. Os tiros foram efetuados por homens que passaram em uma moto. Ninguém ficou ferido. Cerca de dois meses antes, em abril, uma empresa do setor foi alvo de uma operação da Polícia Civil. Na mira estavam acusados de promover um esquema de pirâmide financeira com Bitcoins, também em Cabo Frio.

 

 

Fonte: Jornal Extra

Casal é preso por assassinato

Policiais civis da 166ª DP (Angra dos Reis) prenderam um casal por envolvimento no assassinato de um homem com deficiência auditiva. A ação foi em cumprimento de um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. Os suspeitos também são surdos-mudos.

A mulher foi presa em Japuíba, Angra dos Reis, e o homem foi capturado em sua casa, na Estrada Chapéu do Sol, em Paraty, Região da Costa Verde, após dados obtidos pelo setor de inteligência da 166ª DP.

Na delegacia, os suspeitos prestaram depoimento com ajuda de um intérprete em libras. De acordo com os agentes, o homem informou que praticou o crime, em dezembro de 2020, a mando da mulher, pois ela alegou que a vítima havia abusado e roubado sua filha.

As investigações continuam para identificar e prender outros participantes do crime.

Polícia encontra arma usada em assassinato de uma família em Saquarema

Foi encontrada neste sábado (29) a arma usada no assassinato de uma família em Saquarema. O objeto foi localizado por policiais civis em uma mata com a ajuda de cães farejadores.

O crime aconteceu na tarde de quinta-feira (27) no bairro Bonsucesso e quatro pessoas de uma mesma família morreram. Entre as vitimas Larissa da Costa Souza, de 23 anos, o marido dela Lohan Santos, de 22 anos, os pais do rapaz, Jorge Carlos de Andrade, de 63 anos, e Rosineia da Costa Santos, de 46 anos. Os corpos foram enterrados neste sábado em São Gonçalo.

Larissa estava grávida de 9 meses, e o bebê, que estava na barriga, também morreu.

Dois homens foram presos suspeitos de envolvimento no assassinato e segundo a polícia, um deles confessou ter participado do crime. Os suspeitos vão responder por latrocínio, roubo seguido de morte, com agravante na pena por se tratar de um assassinato de uma mulher grávida.

A investigação aponta que o crime teria sido motivado por brigas entre os vizinhos. Depois do assassinato, os criminosos também roubaram os celulares das vítimas.

Um menino de 4 anos e uma adolescente de 13 que também estavam na casa, sobreviveram porque estavam escondidos nos banheiro. Eles estão sob os cuidados de um tio. Foi a menina que acionou a polícia no momento do crime.

O caso continua sendo investigado na 124° Delegacia de Polícia.