Cliente xinga cantora que não sabia cantar música que ele queria e esfaqueia dono de choperia por defendê-la em MT

Um cliente esfaqueou o dono de uma choperia, em Sorriso, na região norte de Mato Grosso, na noite dessa quarta-feira (30). Segundo a Polícia Militar, o autor da tentativa de homicídio é produtor rural Nédio Risieri Germiniani, de 53 anos. A vítima foi socorrida e levada ao hospital. A reportagem não localizou a defesa do suspeito.

A mulher de Celso Antônio Dalasene disse, como consta no boletim de ocorrência, que o cliente estava ingerindo bebida alcoólica no bar e, em determinado momento, pediu que a cantora que animava a noite cantasse uma música da banda Mamonas Assassinas.

A cantora informou para ele que não sabia cantar a música e o suspeito começou a ofendê-la, “em tom de ameaça e deboche”. “Essa cantora não canta nada, é uma lésbica, uma idiota. Em seguida, começou a dar socos na mesa e a xingar a cantora”, diz o boletim de ocorrência registrado pela mulher do proprietário do bar, Alessandra da Silva Dalasene.

Alessandra disse à PM que pediu que o cliente parasse de xingar a cantora e ele se exaltou. O produtor rural então começou a ameaçar ela e o marido e perguntou se eles queriam expulsá-lo do estabelecimento e, em seguida, saiu do local.

Depois, ele retornou com duas facas e ameaçou o proprietário do local. Ao tentar conversar com o cliente, Celso foi atingido com uma facada no peito.

Uma testemunha interveio para evitar que ele continuasse a atingir a vítima. O suspeito então saiu, em uma caminhonete Hilux, cor prata, e não foi localizado.

A choperia possui câmera de segurança que registrou imagens do crime.

A vítima está internada no Hospital 13 de Maio, em Sorriso.

Passagens pela polícia

Nédio Germiniani já se envolveu entre outros casos de polícia. Em 2018, ele foi alvo de uma operação por suspeita de agredir a filha dele e ameaçar de morte o porteiro do condomínio que tentou intervir em favor da jovem de 19 anos.

E, em janeiro deste ano, ele foi preso após agredir a mulher dele na suíte de um resort de luxo, no Lago de Manso, em Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá. Helen Machado chamou a polícia após ser agredida por seu companheiro.

Ao chegarem ao local, uma mulher de 32 anos, que se apresentou como filha do agressor, tentou impedir que os policiais entrassem no bangalô, onde estava o pai. Segundo o boletim de ocorrência, a filha estava bastante alterada e insultou e agrediu os policiais com tapas. Ela ainda bateu nos funcionários do hotel e teve que ser algemada.

 

Crédito: G1

Marília Mendonça: Justiça começa a analisar partilha de bens e herança da cantora. Veja os detalhes

partilha de bens da cantora Marília Mendonça — que morreu em novembro do ano passado em um acidente aéreo — começou a ser discutida no Tribunal de Justiça de Goiás. A análise da herança da cantora começou a ser realizada no fim do mês passado e corre em segredo de Justiça na 1ª Vara de Sucessões de Goiânia. A informação foi publicada pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

A discussão envolverá o levantamento do conjunto de bens que formam o patrimônio deixado pela artista de 26 anos a ser partilhado entre possíveis herdeiros. Marília Mendonça deixou um filho que completou 2 anos um mês após sua morte, fruto de seu relacionamento com o cantor Murilo Huff. Léo completou dois anos em 16 de dezembro do ano passado e é o herdeiro natural da cantora.

Como Léo é menor de idade, mesmo sendo o titular de toda a herança, a administração do dinheiro não será feita por ele pelos próximos 16 anos, aproximadamente. Huff não era casado com a artista. Léo está sob os cuidados do pai e da avó materna, Ruth Moreira. Eles têm a guarda compartilhada.

Pela legislação brasileira, é previsto o prazo de um ano para a conclusão de um processo de inventário.

A família continua recebendo pelos direitos autorais das composições da artista, muito tocadas nas principais plataformas de streaming e, por isso, seu patrimônio não para de crescer. Inclusive, parceiros musicais da Marília contam com músicas inéditas para serem lançadas, como é o caso de Naiara Azevedo, que divulgou uma canção inédita ao cantá-la dentro da casa do Big Brother Brasil 22.

Estimativas dão conta de que o faturamento mensal da cantora antes de sua morte poderia alcançar R$ 10 milhões e que a fortuna dela chegaria a R$ 500 milhões. Ela acumulava dinheiro principalmente com shows, lives (durante a pandemia), royalties e direitos autorais, além de investimentos e negócios.

 

Crédito: Extra

Cantora morre após ser baleada enquanto andava em motocicleta com namorado em Salvador

A cantora Ana Cláudia Nunes da Cruz, de 29 anos, morreu após ser baleada enquanto andava de moto com o namorado, na madrugada desta segunda-feira (6) no bairro do Cabula, em Salvador.

Segundo a Polícia Civil, a mulher, que já atuou como backing vocal em bandas de pagode na Bahia e também trabalhava como cabelereira, foi morta por volta das 3h, na Avenida Luís Eduardo Magalhães.

De acordo com a polícia, uma testemunha informou que o suspeito de cometer o crime estava em outra motocicleta, se aproximou do casal e atirou em Ana Cláudia.

As guias de remoção e perícia foram expedidas por uma equipe do Serviço de Investigação de Local de Crime do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (Silc/DHPP) que intimou o namorado da vítima para prestar depoimento na unidade.

A polícia informou que a morte de Ana Cláudia Nunes da Cruz será investigada pela 2ª Delegacia de Homicídios Central (2ª DH/Central).

Crédito: G1

Cantora e compositora de São Gonçalo tem imagem exibida em telão da Times Square, em Nova York

A cantora e compositora Azzy está feliz da vida. Isso depois de sua música ter ultrapassado os limites nacionais e ela ter sua imagem exibida em um telão da Times Square, em Nova York, nos EUA. A artista, de 20 anos, é de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. A exibição aconteceu depois dela ter uma de suas canções, “Robocop”, incluída na playlist “Equal”do Spotify. A ideia da plataforma é fomentar a equidade de gêneros.

“Algum tempo atrás eu só queria viver de música, viver do meu sonho, fazer o que eu amo… Quem imaginaria que um dia eu chegaria nesse ponto? Estaria no telão mais disputado do mundo? Seria procurada pela plataforma mais ouvida do mundo para botar minha cara lá?”, celebra ela, através das redes sociais:

“Só agradecer a geral que acompanha meu trabalho, todos que fazem parte e sempre estiveram do meu lado. Tive que segurar a língua para não contar para ninguém, e agora não tenho nem palavras. Enfim, estou na Times Square, porra!”

 

Fonte: Jornal Extra

Cantora Quesia Freitas é agredida pelo marido em shopping do Rio de Janeiro

A cantora Quesia Freitas foi agredida pelo próprio marido em um shopping no Rio de Janeiro. O irmão da artista, o também cantor e compositor Juninho Black, foi quem fez a denúncia ao publicar um vídeo da agressão no perfil dele nas redes sociais.

Nas imagens, o marido de Quesia a pega com força pelo braço e é contido por três homens que conseguem desvencilhar a cantora do companheiro.

Em um longo desabafo, a fim de buscar justiça, o irmão de Quesia afirmou que as agressões acontecem há cerca de um ano.

“Minha irmã vem sofrendo tortura psicológica, abuso emocional, agressões físicas e coação. Resolvi trazer a público o caso agora depois de perdoar várias vezes. Ele a agrediu, dessa vez, em público e repercutiu através do Instagram @recreionosso e outros grupos. Família, não quero que minha irmã caia nas estatísticas de feminicídio. Tenho outros vídeos de agressões em local público e as autoridades ainda não colocaram esse animal na cadeia”, relatou Juninho.

“A gente só acredita quando acontece dentro da nossa família e, infelizmente, dessa vez está acontecendo com minha irmã. Autoridades responsáveis, aqui fica o apelo para que esse coverde pague pelo que vem fazendo com minha irmã e todo transtorno que está trazendo a minha família. Ele tem que estar atrás das grades . Peço ajuda a todos vocês amigos e artistas compartilhem o caso e a foto dele para chamar atenção da Justiça”, completou.

Depois da repercussão do caso, Quesia postou uma foto que remete a agressão à mulher e escreveu na legenda: “Chega de omissão”.

 

Fonte: r7.com