Prefeitura de Tanguá continua notificando proprietários e pode remover mais veículos abandonados pela cidade

Desde que foi lançada, em meados de julho do ano passado, a operação de notificação de proprietários e remoção de veículos abandonados pela cidade tem sido considerada um sucesso pela secretaria municipal de Fazenda, Indústria e Comércio.

De lá para cá, a maioria das notificações efetuadas resultaram na retirada dos veículos pelos seus proprietários, que têm um prazo de 15 dias para a remoção por conta própria, mas que, em caso de não atendimento, poderá resultar no recolhimento para o depósito público municipal, além da aplicação de multa, taxa de cobrança de utilização do guincho e cobrança de diárias até a retirada.

“Com a operação de notificação antecipada aos proprietários, além de reduzirmos os custos com reboque e manutenção de sucatas nos pátios legais dos órgãos de trânsito, livramos a população dos inúmeros perigos que eles representavam, como possíveis esconderijos de malfeitores, além da diminuição da poluição visual”, disse o secretário da pasta responsável pela operação, Eliezer Cardozo.

Nos últimos dias foram adesivadas notificações em 10 unidades de veículos das mais variadas marcas e modelos, na localidade conhecida como Buraco Quente, no Centro, que continuam aguardando a remoção por parte de seus proprietários. Já por não terem atendido às notificações, outros dois proprietários tiveram seus veículos rebocados para o depósito público.

“Foi uma das mais bem-sucedidas operações que já realizamos com relação à desobstrução das vias do município, além de trazer economicidade em toda a logística de sua realização, já que em poucos casos tivemos necessidade de uso do guincho”, completou Eliezer.

 

Crédito: Ascom Prefeitura de Tanguá

35ª Subseção da OAB inaugura Sala dos Advogados de Tanguá

Através da parceria entre a 35ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Rio Bonito, Silva Jardim e Tanguá – e a Prefeitura de Tanguá, foi inaugurada a Sala dos Advogados no Espaço Cidadania, localizado nas dependências da Prefeitura, no último dia 13. A sala é um escritório digital compartilhado, onde os profissionais da área podem atender seus clientes, realizar audiências on-line e outras atividades processuais digitais. Em homenagem a advogada de Tanguá, já falecida, Terezinha Castro Pereira, a sala foi batizada com o nome dela.

Segundo a presidente da 35ª subseção, Karen Figueiredo, a oportunidade da abertura do espaço veio através da chefe de gabinete da Prefeitura de Tanguá, Vanessa Pereira.

“Uma das minhas pautas é que a OAB se faça presente com espaço físico nas três comarcas. (Essa sala) Veio em um momento muito oportuno para atender a advocacia nesse momento de virtualização. A sala de Rio Bonito funciona muito bem e acredito que a de Tanguá também vai funcionar porque além de ser viável para o advogado e advogada atender seus clientes, nesse escritório, onde tem todo o equipamento necessário e atual, ele pode fazer audiências, sustentação oral, balcão virtual com as serventias, e ainda pode despachar com o juiz, porque a estrutura foi criada para isso”, explica.

O Termo de Permissão de uso foi assinado pelo prefeito Rodrigo Medeiros em setembro e segundo Karen, em novembro o espaço já estava preparado pela seccional para ser usado, mas por conta do processo eleitoral que a OAB estava passando, a sala só pode ser inaugurada agora.

“Agradecemos ao prefeito Rodrigo Medeiros, a chefe de gabinete e advogada Vanessa Pereira, agradeço a seccional do Rio de Janeiro por todo apoio e dedicação para que essa sala ficasse pronta e apta a utilização o mais rápido possível. Gostaria de agradecer também a presença da vice-presidente da OAB do estado do Rio de Janeiro, Ana Tereza Bazílio, do secretário-geral da OAB/RJ Álvaro Quintão, e agradecer a presença de vários advogados e presidentes de comissão que compareceram hoje”, disse Karen.

Estiveram presentes na solenidade os presidentes das comissões, Felipe Bortone (Celeridade Processual), Romero Valentim (Segurança), Rafael Fróes (Direito do Consumidor), Marcelo Carvalho (Mediação), Mariana Siqueira (Direito Digital), Vanessa Pereira (Direito Previdenciário), e ainda o atual vice-presidente da 35ª Subseção, Adelcir Machado.

 

Lívia Louzada

Fotos: Bruno Mirandella

Programa Criança Feliz alcança mais de 200 famílias em Tanguá

Mais de 200 famílias em Tanguá passaram a ser acompanhadas pelos profissionais do Projeto Criança Feliz. Com a iniciativa, gestantes, crianças de 0 a 3 anos e de 3 a 6 anos cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC) são contempladas. Essas famílias recebem orientações referentes aos serviços públicos de que necessitem.

Segundo a secretária de Assistência Social, Hezimara Duarte, a equipe de visitadoras, sob a supervisão da psicóloga Fabiani Almeida, proporciona oportunidades de auxiliar na atenção à primeira infância. Isso acontece através do estímulo do desenvolvimento infantil (linguagem, físico-cognitivo e na construção das relações sociais), além de prestar apoio à gestante e à família na preparação para o nascimento e nos cuidados perinatais e no fortalecimento dos vínculos familiares.

“Se você conhece alguém que tenha o perfil familiar semelhante aos casos citados acima e que ainda não esteja sendo assistido pelo programa, entre em contato com a Prefeitura através da Secretaria Municipal de Assistência Social”, orientou Hezimara.

Dúvidas e orientações também podem ser obtidas através do telefone (21) 3749-1129 ou por email: semasth@tangua.rj.gov.br

 

Crédito: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Tanguá

Prefeitura de Tanguá inicia testes para implantação do projeto Lona na Lua

A prefeitura de Tanguá iniciou nesta semana, os testes para a montagem da estrutura do novo polo cultural Lona na Lua, no município. O projeto, sem fins lucrativos, tem como objetivo contribuir com o desenvolvimento social e cultural de crianças e jovens através de um modelo de arte inclusiva.

Segundo o secretário de Educação, Luciano Lucio, e o secretário de Cultura, Reginaldo Garcia, no local serão oferecidas atividades envolvendo o teatro, a música, a dança, o circo e a produção audiovisual.

Em visita às obras de construção do espaço, o prefeito de Tanguá, Rodrigo Medeiros, se mostrou muito otimista com a chegada do projeto à cidade.

“Entrando no terreno você já até consegue prever o som das risadas alegres e momentos que serão vividos pelas nossas crianças, que muito mais do que sonhar serão ensinadas a viver esse sonho e compreender que há um caminho colorido e com sabor adocicado para percorrer. De hoje em diante o acesso à cultura será priorizado”, disse.

A iniciativa é fruto de uma parceria com empresas e agentes locais, que investiram na viabilização do projeto na cidade. Coube ao município a cessão do terreno para a instalação do novo espaço cultural.