Aprenda a fazer glitter caseiro e sustentável

às

Dá pra mergulhar na purpurina sem fraquejar na nossa luta diária para minimizar o consumo de plásticos? Andrea Onishi e Claudia Fajkarz, os nomes por trás do blog craft Superziper, são a prova de que dá, sim. Elas ensinam uma receita fácil de fazer, com brilho de sobra e que rende quantidade suficiente pra família toda pular os quatro dias de Carnaval.

Você vai precisar de:
– envelope de agar-agar (a caixinha com quatro envelopes custa R$ 10 em lojas de produtos naturais)
– corante alimentício (disponível nas versões líquido, pó ou gel, custa cerca de R$ 5 em supermercados)
– pó-de-mica (responsável pelo brilho, encontrado em lojas de itens para saboaria)
– panelinha para dissolver a mistura
– travessa grande ou vasilha antiaderente
– pincel ou espátula para espalhar

Modo de fazer:
Dilua um envelopinho de 4 g de agar-agar em 100 ml de água fria. Acrescente ainda cinco gotas do corante escolhido e uma colher de chá de pó-de-mica. Mexa bem para dissolver tudo e leve ao fogo baixo por 2 minutos até engrossar. A mistura deve ficar com uma consistência pastosa. Despeje o produto na travessa e use o pincel ou espátula para espalhar bem o glitter pela superfície. O objetivo aqui é criar uma folha bem fininha, para secar rápido e ter a espessura do glitter comum. Aguarde 24 horas até que a lâmina de gelatina brilhante e colorida esteja completamente seca. Triture em pedacinhos com a ajuda de um mixer ou moedor de café.

Para que o ecoglitter fique firme na pele, passe um protetor labial em bastão no local. A textura vai colar as folhinhas de glitter. Bom alala-ô!

Fonte: Revista Casa e Jardim Online 

Veja também

Criminosos desviaram R$ 640 mil da conta das vítimas para laranjas. Quadrilha aplicou golpe do empréstimo consignado em pelo menos 17 pessoas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias