Tráfico organiza bloco de Carnaval em Quissamã

às

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) conseguiu na Justiça a proibição do desfile de um bloco em Quissamã, no Norte Fluminense. O Bloco chamado Badalo, estava sendo organizado pelos traficantes da região.

De acordo com o requerimento, os organizadores do bloco integram o tráfico de drogas na cidade, tendo sido recentemente denunciados pelo  Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), na Operação Apnéia que culminou com a prisão de 17 traficantes.

Uma das principais atrações do evento, Igor Ribeiro Rosa, vulgo DJ Charuto, foi preso após operação no fim de janeiro. O organizador do bloco é Rodolfo Alberto Dorador Espinoza Júnior, outro alvo da operação, se encontra foragido com prisão preventiva decretada.

A Justiça acatou os argumentos ministeriais e destacou que o desfile do bloco Badalo colocaria em risco pessoas, inclusive menores de idade, que poderiam ser alvos de traficantes.

 

Veja também

Criminosos desviaram R$ 640 mil da conta das vítimas para laranjas. Quadrilha aplicou golpe do empréstimo consignado em pelo menos 17 pessoas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias