Febraban alerta para quadrilha especializada envio de boleto falso

às

Os consumidores devem ficar atendo ao recebimento de boleto bancário por e-mail. Os criminosos estão cada vez mais especializados nesse tipo de golpe. Com milhares de pagamentos feitos por meio de boletos bancários todos os dias, o controle dos documentos é tarefa complicada.

A consultora Sandra Braconnot quase caiu em um golpe, quando recebeu via e-mail um boleto da NET no valor de R$ 409,03 oferecendo um desconto especial de 50%.

“Realmente eu estava com a fatura em atraso, então quando veio o boleto com o desconto de 50%, no valor exato da minha fatura, o nome certinho, eu achei que fosse benção, eu ia pagar. Mas o vencimento estava com a data errada. Aí eu liguei para solicitar a prorrogação da data de vencimento. E a atendente me informou que era um golpe, que eles já estavam sabendo e a empresa está tentando identificar quem está fazendo isso”, disse.

Em nota a FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos informou ao Portal Eu,Rio! que “a segurança na realização de operações financeiras é uma forte preocupação dos bancos, que investem anualmente cerca de R$ 2 bilhões em sistemas e ferramentas de segurança da informação para possibilitar aos clientes fazer transações com maior tranquilidade e comodidade, acompanhando a evolução dos canais digitais.”

Em 2016 foi implementada um Nova Plataforma de Cobrança (NPC). A Febraban em parceria com os bancos modernizaram o sistema de cobrança existente há mais de 20 anos no Brasil, para combater a ação de golpistas. Além de segurança, a plataforma permite que os títulos vencidos poder ser pagos em qualquer banco e não apenas na instituição financeira em que eles foram emitidos.

A Febraban explica que no caso de contestação de fraude, cada instituição financeira tem sua própria política de ressarcimento, que é baseada em análises aprofundadas e individuais, considerando as evidências apresentadas pelos clientes, informações das transações realizadas e os canais de emissão dos boletos.

Dicas para não cai em golpe:

1 – Conheça suas despesas e acompanhe o pagamento delas no extrato do seu banco;

2 – Preste atenção no modelo do boleto enviado pelo emissor da cobrança, se for diferente, desconfie;

3 – Boletos fraudados costumam apresentar falhas: erros de português, impressões de má qualidade, papel diferente e ainda logomarca distorcida;

4 – Ao receber um boleto, sempre confira os dados do beneficiário como nome da empresa emissora do boleto, agência e banco;

5 – Se precisar de novo boleto utilize o site do próprio banco emissor para gerar a 2ª via. Evite sites que aparecem nos buscadores;

6 – Mantenha seu antivírus sempre atualizado. Ele garante a proteção do seu computador contra vírus que podem modificar boletos, detectando-o no ato da infecção e impedindo-o de agir;

7 – Ao gerar um boleto pela internet opte, sempre que possível por boletos no formato “PDF imagem”, eles são mais seguros contra vírus;

8 – Caso desconfie de alguma informação no boleto, entre em contato com o cedente da cobrança e faça a checagem dos dados antes do pagamento;

9- Os três primeiros dígitos do código de barras sempre indicam o banco emissor do boleto. Ao emitir a 2ª via, certifique-se que o código do banco é o mesmo da via original. Se for diferente, não utilize esse boleto para pagamento.

Fonte: Portal Eu, Rio!

Veja também

Encerradas definitivamente, sistema de transferências via DOC, um dos mais tradicionais meios de pagamentos bancários por décadas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias