Legislativo volta ao trabalho após quase dois meses de recesso

às

Com o final do recesso parlamentar, que durou quase dois meses, a Câmara Municipal de Rio Bonito retoma suas atividades normais na próxima terça-feira (19). Após seis anos consecutivos sob a batuta do vereador Reginaldo Ferreira Dutra, o Legislativo riobonitense passa a ser comandado por Humberto Belgues, para muitos, o parlamentar mais bem preparado entre os 10 vereadores riobonitenses.

Mas, apesar da troca na presidência, não são poucos os riobonitenses que não acreditam numa verdadeira mudança. “De verdade, não acredito que as coisas vão mudar não. Se você reparar bem, só mudaram as posições na mesa. Reis, Dilon e Humberto continuam ali. O Legislativo permanece com o mesmo grupo, dificilmente haverá mudança. Será a mesma briga entre Câmara e Prefeitura e o povo sendo o mais prejudicado. Infelizmente, é assim que vejo o futuro da política local”, disse o vendedor Fernando Nascimento.

Para o professor Thiago Nogueira, Humberto precisa dar mais transparência aos atos do Legislativo para melhorar a imagem dos vereadores. “É concurso suspeito, é vereador defendendo politico preso, é vereador acusado de compra de votos. Enfim, é uma verdadeira bagunça. Isso sem falar das outras práticas que sabemos que existe, mas não podemos provar. As coisas precisam ser mais transparentes. Quantas pessoas trabalham na Câmara? Ninguém sabe. Quantos assessores cada vereadores tem? Ninguém sabe. Enquanto não mudar a velha forma de fazer política, nada vai melhorar”, concluiu Nogueira.

Por outro lado, também há quem enxergue no novo presidente o único caminho para mudança. “Ele é um vereador que entende de leis e, sem dúvida, o mais preparado para sentar naquela cadeira. A oposição é necessária, mas precisa ser uma oposição inteligente. Não pode votar contra a merenda, não pode votar contra os professores. Nessa queda de braço, quem perde é o povo riobonitense. Mas, pelo que estou vendo, as coisas já começaram a mudar. Precisa haver um diálogo mais amplo entre Prefeitura e Câmara. Espero, sinceramente, que seja uma nova fase na nossa politica”, disse a professora Renata Visconde.

Novos rumos

O novo presidente da Casa, Humberto Belgues, garantiu que o Legislativo entrará numa nova fase. “Foram seis anos sob a mesma presidência e, não há duvidas, que isso causa um desgaste. Mas agora o momento é outro. Assumo a presidência cheio de gás e disposto a mudar essa imagem ruim que sendo manchada ao longo dos últimos anos. Vale ressaltar que isso não acontece apenas em Rio Bonito. Casimiro teve vereador preso, Silva Jardim teve vereador preso, enfim, é um momento muito ruim para classe politica. Vamos tentar mudar essa imagem com muito trabalho e transparência”, afirmou Humberto.

Por falar em transparência, Humberto revelou que pretende dar mais lisura aos atos da Câmara. “O povo tem que ter acesso a tudo que acontece aqui. Fomos eleitos por eles e devemos sim prestar contas. Já estamos trabalhando no nosso novo site para dar mais transparência aos nossos atos. Todos os contratos e balancetes, por exemplo, estarão disponíveis no site. Pretendo digitalizar todos os arquivos da Câmara, mas isso requer tempo. Achamos documentos de 1813 em nossos arquivos. A Câmara é a casa do povo e tem que estar de portas abertas para ele”, disse.

Também está nos planos do presidente implantar a TV Câmara. “Outros municípios já contam com esse tipo de serviço. No corre-corre dos dias atuais, é difícil para um trabalhador arrumar tempo para ir à Câmara assistir uma sessão. Prova disso, é o baixo numero de presentes em nossas sessões, inclusive nas itinerantes. É um projeto que estamos estudando para estimular o interesse da população nas nossas atividades”, encerrou.

As sessões continuam às terças e quintas a partir das 18h30.

Veja também

Criminosos desviaram R$ 640 mil da conta das vítimas para laranjas. Quadrilha aplicou golpe do empréstimo consignado em pelo menos 17 pessoas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias