Mais de 100 mil veículos devem passar pela ViaLagos no último fim de semana de férias

às

O final da temporada de férias escolares promete aumentar o tráfego na ViaLagos neste fim de semana. Mais de 100 mil veículos deverão passar pela rodovia, a partir de hoje até domingo (03/02), um aumento de 10% no tráfego em relação ao último fim de semana do mês de janeiro. Somente hoje, a previsão é que mais de 33 mil veículos passem pela ViaLagos até a meia-noite. Já no domingo, a Concessionária espera um movimento maior, com 40 mil veículos.

Para atender essa demanda, equipes e viaturas da Concessionária estão reforçadas, com todo o efetivo do SOS Usuário Médico e Mecânico atuando 24 horas sob o olhar do CCO – Centro de Controle Operacional da Concessionária.   O CCO  conta com uma moderna tecnologia no monitoramento da rodovia, que possui câmeras ao longo do trecho, permitindo visualizar, em tempo real, as ocorrências nas pistas, proporcionando mais agilidade nos atendimentos aos usuários em situação de emergência, e informação do tempo de travessia pela via.

Para também garantir ainda mais rapidez na liberação das pistas, em caso de ocorrências, as equipes estão baseadas em pontos estratégicos da rodovia com viaturas de inspeção, guinchos e ambulâncias UTI e de resgate. A ViaLagos também conta com três bases de atendimento ao usuário: duas localizadas no sentido Região dos Lagos, nos quilômetros 22 (ao lado da praça de pedágio – Rio Bonito) e 40 (Araruama), e uma no sentido Rio de Janeiro, no km 56 (São Pedro da Aldeia). Nesses locais, há equipes e viaturas da Concessionária, e banheiros 24h.

A Polícia Militar Rodoviária intensifica as fiscalizações na via e o Proeis, Programa Estadual de Integração na Segurança, da Polícia Militar, atua na praça de pedágio fiscalizando a evasão de pedágio –  infração grave sujeita a multa que pode causar acidentes.

Veja também

O governo federal apresentou nesta quarta-feira (24) o programa Voa Brasil, que deverá proporcionar passagens aéreas de até R$ 200
às
Segundo o Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), seis municípios no estado do Rio
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias