Mãe e filhos são presos acusados de matar um homem na Pavuna e queimar o corpo em Tanguá

às
Screenshot_2
Reprodução: Polícia Civil

Morte na Pavuna e corpo em Tanguá. Um corpo encontrado em Tanguá pode ser da vítima de um assassinato brutal cometido no bairro da Pavuna, Zona Norte do Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Civil, o vendedor de água mineral, Celso Ferreira da Silva, de 33 anos, morador da Pavuna, teria sido assassinado à tiros, facadas, socos e até atropelamento por uma mulher e um casal de filhos. O crime teria acontecido no dia 28 de dezembro. A mãe e os filhos teriam deixado o corpo da vítima em um matagal às margens da BR-101, na altura de Tanguá, e depois incendiado. Os três foram presos na tarde de ontem, quarta-feira (3), na Ponte Rio-Niterói. Segundo a Polícia, eles confessaram o crime.

Além disso, leia também mais notícias policiais.

A prisão aconteceu fruto da integração entre o Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), e o Governo do Estado do Rio de Janeiro, com foco em estratégia de inteligência e operações especiais.   

O assassinato

De acordo com a Polícia Civil, familiares de Celso registraram o desaparecimento dele na 39ª Delegacia de Polícia da Pavuna. A partir daí os policiais começaram a investigar e descobriram que o vendedor de água mineral teria ido ao depósito de bebidas dos presos para cobrar uma dívida. Lá, ele e um dos filhos, um homem de 23 anos, teriam começado a brigar e partido para as vias de fato.

A mãe do acusado teria visto a cena e efetuado dois disparos com um revólver calibre 38 contra Celso. A vítima fugiu para uma rua próxima, mas alvejado, não teria conseguido ir muito longe e, novamente teria sido baleado, mas desta vez pelo homem com quem ele havia brigado anteriormente.

Na sequência, a filha, de 25 anos, da mulher que teria dado os primeiros disparos, chegou ao local e teria golpeado Celso com um facão, atingindo ele no rosto e na cabeça. Minutos depois a mãe teria voltado ao local onde a vítima estava e passado com o carro duas vezes em cima de Celso.

Segundo a polícia, os agentes descobriram como tudo aconteceu através de imagens de câmeras de segurança durante a investigação.

Morte na Pavuna e corpo em Tanguá. Mãe e filhos são presos pelo assassinato de um homem na Pavuna e ocultação do cadáver na BR-101, em Tanguá.
Reprodução: Polícia Civil

Descarte do corpo

Os investigadores descobriram que a mãe, o filho e a filha colocaram o corpo no carro e deixaram em um matagal às margens da BR-101, na altura de Tanguá. Quando foi preso, o filho teria revelado que foi ateado fogo no corpo da vítima.

Morte na Pavuna e corpo em Tanguá. Mãe e filhos são presos pelo assassinato de um homem na Pavuna e ocultação do cadáver na BR-101, em Tanguá.
Morte na Pavuna e corpo em Tanguá – Reprodução: Polícia Civil

Os policiais teriam conseguido achar a arma e o facão usados para matar Celso na casa da família. Os três foram presos com a ajuda da inteligência da Polícia Rodoviária Federal, que conseguiu monitorar o veículo da família e prendê-los na Ponte Rio-Niterói.

Assim que ler a matéria, deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais.

Veja também

Light afirma que teve que fazer uma parada emergencial por causa de um defeito na rede subterrânea.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] também: Mãe e filhos são presos acusados de matar um homem na Pavuna e queimar o corpo em Tanguá e nos acompanhe nas redes […]

trackback

[…] Além disso, leia outras notícias policiais. […]

trackback

[…] Além disso, leia outras notícias policiais. […]

trackback

[…] Além disso, leia outras notícias policiais. […]

Últimas Notícias