Rio Bonito tem quatro dias de festa em comemoração ao aniversário de 178 anos

às
IMG_9864
Foto: Igor Gaspar

Os riobonitenses comemoraram por quatro dias o aniversário de 178 anos de emancipação político-administrativa de Rio Bonito. Além do tradicional desfile cívico escolar no Centro da cidade, a festa contou com os shows de artistas locais e atrações nacionalmente reconhecidas, como a sertaneja Naiara Azevedo e o cantor e compositor gospel Anderson Freire. Os shows aconteceram no Espaço de Eventos da Mangueirinha e foram realizados pela Prefeitura de Rio Bonito através da Secretaria de Cultura e Turismo, Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro (FUNARJ) e Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Além disso, leia mais notícias de Rio Bonito.

Com uma estrutura de 20 mil m², a festa de 178 anos de Rio Bonito começou no sábado (4) e só terminou no dia 7, reunindo cerca de 15 mil pessoas. No dia 4, sábado, quem começou a festa foi o grupo riobonitense Astronautas do Agreste, seguido pela tradicional banda de rock de Rio Bonito, Maverick. As principais atrações da noite foram a banda Bloody Mary e o grupo Clareou.

O domingo a noite foi de pagode em Rio Bonito. O grupo Indiferença abriu a noite, seguido de Mais & Mais e Vou Zuar. Na segunda-feira (6), a cantora Naiara Azevedo encantou e fez o público cantar junto com ela seus maiores sucessos e ainda clássicos da música sertaneja. Na mesma noite ainda teve Alessandro Bragança e Filhos da Noite.

A fã da Naiara Azevedo, Maria Rita dos Santos, que é de Guaratiba, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi a Rio Bonito especialmente para assistir ao show da cantora. Ela e outras três amigas fazem parte da Central de Fãs de Naiara. A Folha entrevistou as fãs antes do show, e a expectativa era alta. “Vai ser zuação pura, vou me jogar no show, dar tudo que tenho e cantar muito”, disse Maria Rita.

A própria Naiara Azevedo, em entrevista exclusiva à Folha, disse que essa foi a primeira apresentação de muitas na cidade. “Estou muito grata pela receptividade do povo, pois dei uma volta pela cidade e todos foram muito queridos comigo”.

O último dia de shows foi exatamente o do aniversário da cidade, 7 de maio, e todo dedicado a música gospel. A organização dos shows da noite foi feita em parceria com a União de Pastores de Rio Bonito (Unipas). O cantor e compositor Anderson Freire emocionou o público com suas canções e fez muita gente chorar na noite de terça-feira. Antes dele, subiram ao palco as atrações locais Dupla Sael e Brunão Ferreira. O culto da noite teve a pregação do pastor Valdir Brasil.

De acordo com a empresa UAU Estruturas, responsável pela infraestrutura do evento desde os camarins até o palco, a festa empregou cerca de 150 pessoas de forma direta e indireta. O palco, que possuía 22m de extensão e 10 de altura, foi montado em uma semana.

Para o prefeito Leandro Peixe, a festa foi um sucesso. “A realidade superou e muito a expectativa que tínhamos com a festa. Encerramos com chave de ouro o evento de 178 anos de aniversário do nosso município. Quero parabenizar a todos os funcionários que trabalharam para que tudo ficasse pronto e ao povo riobonitense que curtiu a festa em harmonia”, disse o prefeito.

A harmonia que o prefeito mencionou também foi citada pelo secretário de Segurança e Ordem Pública, Rogério Góes. “Do ponto de vista da administração a festa foi um sucesso do primeiro dia até o último. Cerca de 15 mil pessoas estiveram confraternizando e desfrutando do evento. Dispusemos de uma equipe grande da Polícia Militar, de todo efetivo da Guarda Civil Municipal e da Defesa civil. Não tivemos nenhuma ocorrência registrada”, disse o secretário.

Desfile cívico escolar

Festa de aniversário de 178 anos. Foram quatro dias de festa com shows e ainda o tradicional desfile cívico escolar no centro da cidade.
Festa de aniversário de 178 anos – Foto: Lívia Louzada

Também em comemoração ao aniversário de Rio Bonito, o desfile cívico escolar aconteceu no Centro da cidade e recebeu mais de 10 mil alunos das escolas municipais, estaduais e particulares da cidade. Este ano, o tema foi Rio Bonito: Sob (re) Olhares.

Passada de pai para filho, a tradição do desfile é mantida em Rio Bonito. O próprio prefeito falou sobre o seu prazer em desfilar nos tempos da escola. “Quando eu desfilava, tinha o maior prazer de botar o uniforme e ir para a rua, ver todas as escolas reunidas. Acho que o desfile é isso, a interação da família, dos alunos e dos professores”.

A autônoma Daiane Souza, mãe da Eloah, de 2 anos, fez questão de levar sua filha para desfilar pela primeira vez. Ela disse que quer transmitir para a pequena tudo que vivia quando era criança.
O aluno da Creche N. S. da Conceição, na Caixa D’Água, José Pedro, de 2 anos, também foi levado pela família para desfilar pela primeira vez. Segundo o pai dele, José Ângelo Cardoso, o filho já acordou animado para desfilar. “Conseguimos colocar ele na Creche N. S. da Conceição, na Caixa D’Água, e hoje ele já acordou animado para desfilar e até pediu para colocar os óculos”.

Se depender da mãe do José Pedro, Rafaela Floriano, o filho também vai gostar de participar da festa da cidade. “Quando eu era criança, adorava desfilar. A gente quase não dormia, acordava cedo para colocar a roupa e ir para a rua porque além do desfile, víamos os colegas e estávamos todos juntos”.

Assim que ler a matéria, deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais.

Texto: Lívia Louzada

Veja também

Rio Bonito sedia a emocionante Taça Brasil de Ciclismo, que acontece entre os dias 14 e 16 de junho de 2024
às
A Prefeitura de Maricá segue com inscrições abertas para o Programa Corujinhas, que recebe alunos de 1 a 10 anos
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias