Prefeitura de Rio Bonito abre matrícula presencial de creche para moradores do Sambê

As inscrições para a matrícula presencial com a finalidade de criar turmas de creche integral na Escola Municipal Doir Avelino de Araújo vão acontecer nos dias 17, 18 e 19 de janeiro (segunda, terça e quarta, respectivamente), das 9h às 16h.

Conforme o Art. 18, da Portaria de Matrícula nº019/2021, os responsáveis interessados em matricular seus filhos deverão comparecer na unidade escolar, portando cópia e originais dos seguintes documentos, caso a criança possua:

• Certidão de nascimento ou de casamento do aluno;
• Identidade e CPF do aluno;
• Comprovante de residência atual (ver Anexo II da Portaria);
• Protocolo de transferência ou histórico escolar;
• Certificado de reservista (se maior de 18 anos);
• 02 fotos 3 x 4;
• Identidade e CPF do responsável;
• Cartão de vacina (atualizado) para Educação Infantil;
• Cartão do Programa Bolsa Família e respectivo Número de Identificação Social (NIS) do candidato, caso possua;
• Laudo médico com CID que ateste sua deficiência ou outro documento de processo de avaliação diagnóstica, caso se aplique.

Prefeitura de São Pedro disponibiliza dose de reforço aos moradores de 58 anos ou mais

São Pedro da Aldeia disponibiliza a partir de hoje (25) a dose de reforço (D3) contra a Covid-19 aos moradores de 58 anos ou mais. Para receber a vacina, o público deve ter recebido a segunda dose (D2) há pelo menos 6 meses. Continua a aplicação de D3 nos profissionais de saúde moradores do município e nas pessoas com alto grau de imunossupressão. A vacinação de adolescentes de 13 anos com a primeira dose (D1) também segue no cronograma. Na quarta-feira (27), os jovens de 12 anos entram no calendário. O atendimento aos públicos é feito das 8h ao meio-dia.

A Secretaria de Saúde pede atenção para as mudanças dos pontos de vacinação. O Condominio Olga Diuana Zacarias, localizado no Campo Redondo, passa a realizar a vacinação. A ESF Porto do Carro e Clube Brasil não integram mais o cronograma de atendimento.

No SPEC, com a intenção de humanizar o atendimento e evitar espera desnecessária de quem procura o local, são distribuídas senhas de atendimento até as 11h30. Todos que chegarem no local até esse horário receberão a vacina.

Confira os pontos de vacinação:

Condomínio Olga Diuana Zacarias 

Local: RJ 140, KM 05, Campo redondo (na Rua dos Girassóis).

*São Pedro Esporte Clube – SPEC 

Local: Avenida São Pedro, n° 125, Centro, em frente à Praça do Canhão.

*as senhas de atendimento serão distribuídas até as 11h30 para que todos que chegarem no local até esse horário recebam a vacina. Enfatizando que quem não possuir a numeração não terá acesso ao clube.

Clube Recreativo Gaivota

Local: Avenida Aeronaval S/N – São José.

Atenção aos prazos

Os adolescentes com deficiência permanente, com comorbidades, as gestantes, lactantes e puérperas entre 12 e 17 anos, além dos demais cidadãos aptos a receber a segunda dose (D2), devem procurar os pontos de vacinação do município.

É necessário que os cidadão fique atento aos intervalos entre as doses da vacina. Os moradores de 58 anos ou mais e profissionais de saúde podem tomar a terceira dose (D3) após 6 meses da aplicação da segunda dose, já os imunossuprimidos estão aptos depois de 28 dias. O prazo para a D2 da Coronavac é de 14 a 28 dias após o recebimento da D1. Já o da Oxford/AstraZeneca continua sendo de 90 dias após o recebimento da primeira. O prazo da Pfizer foi reduzido de 12 para 8 semanas da primeira dose, seguindo recomendação do Ministério da Saúde.

Público-alvo 1ª dose:

– Moradores de 18 anos ou mais;

– Adolescentes de 12 a 17 anos (de acordo com o cronograma);

– Adolescentes de 12 a 17 anos com deficiência permanente ou comorbidades;

– Adolescentes gestantes, lactantes e puérperas (mulheres no período até 45 dias após o parto).

Público-alvo 2ª dose:

– Moradores que tomaram a D1 e estão no prazo para a D2.

Público-alvo 3ª dose:

– Moradores de 58 anos ou mais (com intervalo de 6 meses após aplicação da D2);

– Profissionais da saúde moradores de São Pedro da Aldeia;

– Pessoas com alto grau de imunossupressão.

Pessoas com alto grau de imunossupressão:

– Pessoas com imunodeficiência primária grave;

– Pacientes em quimioterapia para câncer;

– Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras;

– Pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4 <200 céls/mm3*;

– Pacientes que fazem uso de corticoides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias;

– Pacientes que façam uso de drogas modificadoras da resposta imune;

– Pacientes em hemodiálise;

– Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

* Pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4 <200 céls/mm3 também devem procurar o Departamento de Doenças Infectoparasitárias (DIP), às quintas-feiras, de 13h30 às 15h30, e às sextas-feiras de 8h às 15h.

Documentação e procedimentos necessários para receber a vacina

Todos os moradores (inclusive os adolescentes) devem apresentar documentação pessoal com foto, Cartão do SUS e comprovante de residência nominal no ato da vacinação. Alguns casos necessitam, ainda, de comprovantes específicos. Caso o residente não possua comprovantes em seu nome, outras opções serão aceitas pelas equipes de triagem. Confira abaixo as alternativas de documentação que podem ser apresentadas:

– Comprovante no nome do cônjuge com certidão de casamento ou contrato de união estável;

– Comprovante de residência no nome do pai ou da mãe com comprovação de filiação no do documento de identidade;

– Comprovante de matrícula de filho menor de 18 anos, tanto em escola pública quanto particular do município;

– IPTU;

– Contrato de compra e venda de imóvel no seu nome, ou contrato de locação de imóvel, ou razão social de empresas em seu nome (no caso de profissionais da saúde e donos de negócios como clínicas e consultórios);

– Original e cópia da declaração de terceiros, atestando a comprovação de residência, reconhecida em cartório. Atenção: a mesma ficará retida na unidade.

– Título de Eleitor que comprove residência na cidade.

Profissionais da saúde, moradores de São Pedro da Aldeia:

– Carteira de trabalho ou declaração de vínculo em estabelecimento de saúde.

Adolescentes de 12 a 17 anos com deficiência permanente:

– Laudo determinando a deficiência.

Adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades:

– Laudo de comprovação da comorbidade.

Adolescentes gestantes, puérperas e lactantes:

– Gestante: prescrição médica;

– Puérperas: prescrição médica e certidão de nascimento do(a) filho(a);

– Lactantes: certidão de nascimento do(a) filho(a).

* Importante ressaltar que o menor deve estar acompanhado pelo responsável.

Moradores de 58 anos ou mais;

– Comprovante de recebimento da segunda vacina (D2) no município.

* Lembramos que os responsáveis pelos idosos de 80 anos ou mais, acamados ou com dificuldades de locomoção, podem agendar nos postos de saúde a vacinação em domicílio.

Pessoas com alto grau de imunossupressão:

– Laudo médico;

– Comprovante de recebimento da segunda vacina (D2) no município.

Segunda dose (D2)

– Comprovante de recebimento da primeira vacina (D1) no município.

Todo cidadão que recebe a vacina é catalogado para registro documental do processo de imunização. Os certificados são feitos nominalmente, com a assinatura daqueles que recebem as doses ou dos responsáveis por eles no ato.

Prefeitura de Saquarema começa a oferecer atendimento psicológico para moradores

Além dos impactos sociais, econômicos e as vidas perdidas por conta do coronavírus, outro ponto que merece atenção especial é o impacto psicológico causado na população, devido aos efeitos colaterais da propagação do vírus. Entre eles estão o isolamento social que, por sua vez, causa distanciamento entre entes queridos; a convivência com notícias ruins; além de eventuais perdas de pessoas próximas, para a doença.

Atenta a esse fator, o Governo Municipal de Saquarema oferece um serviço de atendimento psicológico aos moradores. Denominado “Acolhimento Psicológico”, o trabalho é uma medida preventiva mediante a pandemia do Coronavírus, sob a Coordenação da Saúde Mental. Os atendimentos acontecem de maneira on-line e são viabilizados pelo aplicativo Whatsapp, pelo número (22) 99783-7855, das segundas-feiras às sextas-feiras, das 9h às 17h.

Segundo estudo divulgado na revista Plos One, e conduzido por pesquisadores da Faculdade de Medicina Duke-NUS, em Cingapura, um em cada três adultos sofrem algum dano psicológico, por conta da pandemia do coronavírus. Cabe ressaltar que, ainda segundo a pesquisa, as pessoas que vivem em situação de baixa renda e mulheres são mais propensas a sentir efeitos psicológicos.

Desde o início da pandemia, a cidade, que fica na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, confirmou 4.029 casos da doença. Lamentavelmente, 211 habitantes de Saquarema acabaram falecendo, em decorrência da covid-19. O bairro com maior número de registros é Bacaxá, com 525. Segundo levantamento da Secretaria Municipal de Saúde, a maior incidência de casos é entre mulheres, com 55%.

 

Fonte: atribunarj.com.br

Moradores de maricá montam “prateleira solidária” para ajudar famílias

Solidariedade

Os moradores de Maricá,  montaram uma “prateleira solidária” no centro da cidade para ajudar famílias que estão passando por dificuldades financeiras durante a pandemia. A ideia é que quem possa fazer uma doação de alimento, deixe o produto na barraca, e aquele que necessite de comida, possa passar para buscar.

Entre os itens já disponibilizados na prateleira, tem feijão, fubá, café, óleo, leite e até legumes e verduras.

A dona de casa Márcia Cardoso conta que já precisou buscar alimentos no local e diz que a prateleira é uma iniciativa muito importante.

“Eu tive a oportunidade de doar e também de tirar o que eu precisava no momento, me ajudou bastante. No momento em que estamos passando de crise financeira, a qual o mundo inteiro está passando, muitas pessoas estão desempregadas e passam necessidades”, diz Márcia.

A prateleira, que foi montada no dia 26 de março, agora conta com um esquema de voluntários, que se revezam para cuidar do espaço.

Onde encontrar?

Para quem quer fazer uma doação ou retirar um alimento, a prateleira fica localizada na Praça do Skate, bem no centro de Maricá, perto da delegacia. Os voluntários ficam no local todos os dias, de 10h às 21h.

De acordo com um dos idealizadores do projeto, Luíz Junior, o ‘prateleira solitária’ atende 15 famílias todos os dias em Maricá e ajuda a mudar, pelo menos nessas casas, o cenário da fome.

“A prateleira foi idealizada por amigos, pequenos empreendedores, para suprir a necessidade daqueles que precisam manter suas alimentações diárias. Quem precisa, pega! E quem pode, doa! O objetivo é ajudar quem não consegue manter uma alimentação boa diária nessa pandemia, quando muitos trabalhadores perderam o emprego. A iniciativa está sendo bem aderida na internet. Graças a Deus, deu certo, e fica nosso pedido de doação. Hoje a gente consegue ajudar de 10 a 15 famílias por dia, então a rotatividade está grande”, explica Luíz.

O pedido de doações também é reforçado por Márcia. “Um projeto tão pequeno pode se tornar grande se todos se unirem e fizerem uma corrente grande. Quem puder, doe. Quem precisar, vá lá e pegue”, diz ela.

Para quem puder, o telefone para ajudar o projeto a crescer é (21) 99518-9430 (Luíz).

Uma pesquisa realizada pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan) mostrou que, nos últimos meses de 2020, cerca de 19 milhões de brasileiros passaram fome.

Moradores de Fortaleza são encontrados mortos em alto mar em Cabo Frio por aeronave da Força Aérea Brasileira

A Marinha do Brasil informou, na noite desta quinta-feira (4), que dois corpos foram encontrados na costa de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. Os corpos foram localizados por aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) e recolhidos pelo Navio-Patrulha (NPa) “Macaé” da Marinha.

De acordo com a Marinha, os corpos foram encontrados a aproximadamente 50km a leste do Farol de Cabo Frio, em uma área próxima ao material recolhido nesta terça-feira (3), que apresenta características semelhantes ao que se encontrava a bordo da lancha “O Maestro”.

Ainda de acordo com a Marinha, os corpos foram encontrados durante as buscas pelos tripulantes da lancha que saiu do Rio de Janeiro rumo à Fortaleza com cinco amigos. Desde o dia 30, eles estão desaparecidos.

Os corpos devem ser levados para Macaé nesta sexta-feira (5) para serem identificados.

 

Fonte: rlagosnoticias.com.br