Homem troca tiros com a Polícia Militar e morre no Gradim em São Gonçalo

Apontado pela polícia como integrante do tráfico de drogas da região do Gradim, em São Gonçalo, um homem, que ainda não teve a identificação revelada, morreu, nesta segunda-feira, 22 de Fevereiro, após ser atingido durante uma troca de tiros com policiais do Grupamento de Ações Táticas (GAT) do 7ºBPM (São Gonçalo).

Durante patrulhamento para coibir roubos de cargas na região, os policiais se depararam com diversos homens na Rua Mário Quintão, que se assustaram com a presença dos PMs e atiraram.

O ataque dos criminosos acabou gerando uma reação dos policiais, iniciando a troca de tiros. Pouco depois do confronto, os policiais localizaram o homem baleado. Ele ainda foi socorrido, mas morreu no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê.

Com o homem, foi apreendida uma pistola de fabricação turca 9mm. O caso foi registrado na 73ªDP (Neves).

 

 

 

Fonte: osaogoncalo.com.br

Guarda Municipal de Araruama intensifica fiscalização para evitar aglomerações em período de carnaval

A Guarda Municipal de Araruama, em conjunto com a Polícia Militar, está realizando ações de fiscalização para evitar festas clandestinas e aglomerações durante esse período em que tradicionalmente acontece o carnaval.

A Guarda Municipal e a PM estão fazendo rondas noturnas por toda a cidade, verificando e coibindo o excesso de pessoas em bares e casas noturnas.

Vale ressaltar que os festejos de Carnaval foram proibidos no município esse ano, por meio de decreto, devido à pandemia do coranavírus; tanto que a Prefeitura não concedeu ponto facultativo durante a próxima semana para os servidores da administração pública.

O momento deve ser de conscientização por parte de todos os moradores. Não é hora de baixar a guarda. A Prefeitura pede que a população continue firme com as medidas de higienização e distanciamento social.

 

 

Fonte: osaogoncalo.com.br

Polícia faz operação na comunidade 100 em Itaboraí e termina com 4 pessoas baleadas

Policiais Militares do 35º BPM (Itaboraí) prenderam quatro homens na Comunidade da 100, no bairro Ampliação, em Itaboraí, após confronto na manhã desta terça-feira, 19. Todos eles foram baleados em confronto.

De acordo com a PM, os agentes estavam em patrulhamento na Rua Joao Tobias Rosa quando foram atacados pelos criminosos, dando início a troca de tiros. Após cessarem os disparos, os agentes encontraram os quatro homens feridos no chão. Os criminosos ainda não foram identificados.

Além das prisões, também houve apreensão de duas pistolas Girsan calibre 9mm e uma farta quantidade de entorpecentes que ainda serão contabilizados pelos agentes.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para verificar a ocorrência e socorrer os acusados.

 

Fonte: osaogoncalo.com.br

Grande quantidade de drogas é apreendida pela Polícia em Tanguá

Policiais do 35ºBPM (Itaboraí) apreenderam grande quantidade de drogas na comunidade de Casinhas, em Bandeirantes, região de Tanguá, na tarde dessa sexta-feira (15). Os policiais faziam rondas, em ações de combate à criminalidade no local, quando localizaram dois homens em atitudes suspeitas.

Ao ser constatado que havia entorpecentes em vários sacos, acondicionados em cápsulas com cocaína e tabletes de maconha, os acusados receberam voz de prisão e foram encaminhados 71ªDP (Itaboraí), onde o caso foi registrado.

 

Fonte: osaogoncalo.com.br

Homem é encontrado morto no bairro Retiro, em Itaboraí

Na tarde de ontem, sexta-feira (8), o corpo de um homem não identificado foi encontrado no bairro Retiro, em Itaboraí. O cadáver tinha sinais de tortura e estava com as mãos amarradas para trás.

Militares do Batalhão de Polícia de Itaboraí (35º BPM) foram acionados no local para verificar a existência do corpo na Rua N. Assim que os PMs chegaram no endereço relatado, encontram o homem morto em um terreno de área de mata abandonado.

Assim  que o homicídio foi constatado, agentes da DHNISG (Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí foram até o local para realizar perícia. A distrital ficará responsável pela investigação do caso.