Cerca de 500 pessoas foram presas pela PM durante esse feriadão no estado do Rio

Quase 500 pessoas foram presas pela Polícia Militar (PM) no estado do Rio de Janeiro, durante o feriadão de Tiradentes e São Jorge, período em que também houve o carnaval fora de época. Segundo a PM, 444 adultos foram presos e 47 adolescentes apreendidos, totalizando 491 pessoas.

Além disso, foram apreendidas 47 armas de fogo e 11 réplicas de pistola. O esquema de policiamento do feriadão envolveu 10 mil policiais militares.

Sambódromo

Mais de 3.200 policiais atuaram no centro da cidade, para garantir a segurança do entorno do Sambódromo, onde ocorreram os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial e da Série Ouro, e de outros pontos turísticos da cidade, como a Lapa e o Boulevard Olímpico.

A Guarda Municipal e a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) também fizeram esquema especial no entorno do Sambódromo e na Avenida Intendente Magalhães, onde ocorreram os desfiles das escolas de samba das divisões subalternas.

Entre quarta-feira (20) e a manhã de domingo (24), foram aplicadas 1.547 multas de trânsito. Trinta e um veículos foram rebocados. Mais de 800 itens irregulares foram apreendidos de ambulantes que atuaram nas proximidades dos desfiles.

Atendimentos médicos

Nos cincos dias de desfile, os postos da Secretaria Municipal de Saúde do Rio, na Avenida Marquês de Sapucaí, atenderam a 1.497 pessoas, das quais 65 foram transferidas para hospitais.

O caso mais grave foi a da menina Raquel Antunes da Silva, de 11 anos, que foi imprensada entre um carro alegórico e um poste, na noite do dia 20. Ela foi levada para o Hospital Souza Aguiar, mas morreu dois dias depois.

 

Crédito: Jornal O São Gonçalo

Foto: O Globo

Apontado como suspeito de matar filho de PM é preso a caminho de forró no Complexo do Alemão

Policiais militares da Superintendência de Inteligência e Análise (SIA) prenderam, neste domingo, um criminoso suspeito de matar o filho de uma sargento da PM em Alagoas. Valter Santos Silva, conhecido como Gordão, de 27 anos, foi surpreendido quando ia para um forró no interior da comunidade da Grota, no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio.

Gordão é acusado de pertencer ao crime organizado de Alagoas, onde é integrante da facção Comando Vermelho. Além de ser um dos acusados pela morte do filho de uma sargento da PM, o criminoso também é suspeito de diversos crimes em Alagoas. Um deles, a tentativa de latrocínio [roubo seguido de morte] contra um policial militar aposentado, de 65 anos, em janeiro deste ano, no bairro do Prado, em Maceió.

Na ocasião, Gordão e seus comparsas e invadiram a casa do policial e roubaram dois celulares, e ainda atiraram contra o policial.

De acordo com os policiais, ao chegar ao Rio, Gordão passou a integrar a quadrilha de traficantes do Complexo do Alemão.

Policiais da Superintendência de Inteligência e Análise (SIA) e da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) receberam informações de que Gordão estaria na comunidade e realizaram a prisão.

Contra o ele havia um mandado de prisão pelo crime de crime de Tentativa de Latrocínio, expedido pela 12ª Vara Criminal de Alagoas.

A ocorrência foi encaminhada para 19ªDP (Tijuca).

 

 

Crédito: Jornal O Dia

Polícia Militar abre inscrições para seleção de profissionais temporários da área de saúde

A Secretaria de Estado de Polícia Militar iniciou na última quarta-feira (23/03), as inscrições do Serviço Militar Temporário Voluntário de Saúde (SMTVS) para Oficiais e Praças. O processo seletivo simplificado para 834 vagas temporárias será operacionalizado pela Diretoria de Recrutamento e Seleção de Pessoal (DRSP), com supervisão técnica da Diretoria Geral de Saúde (DGS) e da Diretoria Geral de Odontologia (DGO). O candidato a uma das vagas tem até o dia 4 de abril para se inscreverem.

Os profissionais de nível superior em Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Psicologia, Odontologia e Serviço Social poderão se voluntariar para 421 postos voltados ao Quadro de Oficiais de Saúde (QOS).

A Corporação também seleciona para 413 vagas do Quadro de Praças Especialistas em Saúde (QPMP-6) destinadas para Técnico em Enfermagem, Técnico em Instrumentação Cirúrgica, Técnico em Farmácia, Técnico em Laboratório, Técnico em Anatomia Patológica, Técnico em Radiologia, Técnico em Nutrição, Auxiliar em Saúde Bucal e Auxiliar de Veterinária.

As inscrições seguem até o dia 04 de abril de 2022. A seleção terá etapas de entrega de documentos, validação documental, avaliação curricular, inspeção de saúde e avaliação psicológica, convocação para entrega de documentos originais e habilitação à incorporação. Até a data do início do período de inscrição, os voluntários precisarão cumprir a exigência de idade mínima de 18 (dezoito) e máxima de 35 (trinta e cinco) anos.

Os aprovados participarão do Estágio de Adaptação Militar Especial (EAME) com duração de dois meses e, após a sua conclusão, as remunerações brutas serão de R$ 10.854,74 para Oficial do Quadro de Saúde e de R$ 5.692,56 para Praça Especialista em Saúde. Este Serviço Militar Temporário Voluntário de Saúde terá duração de 12 (doze) meses, podendo ser prorrogado até completar 2 (dois) anos de serviço ativo.

Os voluntários serão distribuídos para unidades de saúde da Corporação em diferentes municípios do Estado do Rio de Janeiro, considerando-se as especialidades de interesse da Polícia Militar e respeitando-se os requisitos específicos exigidos, além das reservas previstas em lei para negros e indígenas e hipossuficientes econômicos. Os parâmetros de qualificação profissional, como certificados, declarações e títulos acadêmicos, e de experiência profissional estão indicados no edital, assim como as respectivas pontuações atribuídas a cada um destes.

Todas as informações sobre a seleção estão disponíveis no endereço eletrônico  https://sepm.rj.gov.br/ e em publicação no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro. Os voluntários também poderão entrar em contato com a DRSP pelos telefones (21) 2333-6006 ou (21) 2333-6050.

O Serviço Militar Temporário Voluntário de Saúde (SMTVS) é regulamentado pela Lei Estadual nº 9.535/2021 visando complementar os Quadros de Saúde através do ingresso para exercício de atividades específicas no âmbito da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Cabe ressaltar que a participação nesta seleção não implica, por parte da PMERJ, em qualquer compromisso relativo à incorporação nas fileiras da Corporação.

Crédito: Ascom PMERJ

PM prende acusado de tráfico no Rato Molhado; com ele, os policiais teriam encontrado mais 150 saquinhos de cocaína

Um homem foi preso na comunidade do Rato Molhado, em Rio Bonito, na última quinta-feira (24), acusado de estar vendendo drogas na localidade. Segundo os policiais militares que efetuaram a prisão, ele estaria com 184 embalagens de cocaína, sendo saquinhos, pinos e sachês, além de 20 sachês de maconha e ainda um cartão de crédito da empresa Elo, e um CPF, ambos em nome de pessoas ainda não identificadas.

A polícia não informou se os donos do cartão e do CPF, seriam vítimas do acusado preso. Contra ele, já haviam outras três anotações criminais. O caso foi registrado na 119ª Delegacia de Polícia de Rio Bonito, onde o homem ficou preso.

 

 

Operação da PM no Morro do Castro, em São Gonçalo, termina com um morto

Um homem foi morto após uma operação policial que ocorreu no Morro do Castro, em São Gonçalo, nesta quarta-feira (16). Segundo a polícia, o suspeito tem envolvimento com o tráfico local.

O suspeito chegou a ser encaminhado para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), onde veio a óbito.

Com o homem, foi apreendida uma pistola. Na ação, um carro que constava como roubado, desde 2019, foi recuperado. O caso foi registrado na 73ª DP (Neves).

 

 

Crédito; Jornal O São Gonçalo