Empresários de Rio Bonito são presos acusados de adquirirem arma com documentação falsa

às
rede social arma

Dois empresários de Rio Bonito foram presos em flagrante, na tarde de ontem, quinta-feira (5), por agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) no desdobramento de uma investigação que apura uma quadrilha que com documentação falsa, adquire arma de fogo para vender ou emprestar a criminosos. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a investigação apura a participação de um despachante e de outras pessoas, inclusive de militares no esquema criminoso.

Segundo informações, a prisão de Heitor Ribeiro Filho e Diogo Fonseca Ribeiro Peixoto aconteceu em um clube de tiro, que também funciona como loja de armas em Rio Bonito. Os empresários vão responder por posse de arma de fogo com uso de documento falso.

 

A Ascom informou que os agentes prenderam primeiro Heitor, quando ele estaria prestes a pegar a arma que teria comprado de forma irregular. Segundo o delegado Adriano França, durante o momento da abordagem, Heitor Filho tentou se desfazer da pistola deixando-a sobre o balcão da loja, além de tentar fugir da equipe de policiais que o aguardava do lado externo.

Diogo foi preso posteriormente quando os policiais descobriram que ele também teria adquirido uma arma. Os policiais foram até a casa do acusado e teriam encontrado a mesma. Diogo então foi autuado pela posse de arma de fogo de uso permitido e uso de documento falso, pois apresentou aos policiais documentação irregular.

 

Veja também

Maricá subiu nove posições no ranking que mede a qualidade das informações fiscais e contábeis enviadas ao Tesouro
às
Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, inaugurou uma nova unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), em Rio Bonito
às
A prefeitura de Rio Bonito inaugurou nessa terça-feira (18), os dois Laboratórios de Iniciação Científica “Intramuros”
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias