Governo do Estado divulga balanço da Operação Especial de Grandes Eventos, realizada no feriado prolongado

Ao todo, 15 pessoas foram presas e 38 conduzidas às delegacias
às
governo do estado
foto: Divulgação/ Flávia Duarte Peireira

O Governo do Estado divulgou, nesta segunda-feira (6/11), o balanço da operação especial de grandes eventos realizada no último feriado prolongado, que mobilizou mais de 9 mil agentes de segurança pública. De quinta (2/11) a domingo (4/11), 38 pessoas foram conduzidas para a delegacia e 15 foram presas durante a operação. A ação integrada teve a atuação das polícias Militar e Civil, Bombeiros, agentes do Segurança Presente, com monitoramento de inteligência e uso de aparatos tecnológicos, e desarticulou pontos de conflito entre torcedores do Fluminense e Boca Juniors. A cidade do Rio recebeu um grande fluxo de turistas e a rede hoteleira chegou a registrar 91% de ocupação.

  • Montamos uma grande operação, digna de jogo de Copa do Mundo, para garantir tranquilidade à população, aos turistas e torcedores. A baixa incidência de delitos mostra que a integração das forças de segurança reforça a vocação do Rio como sede de grandes eventos. As forças de segurança estão de parabéns pelo planejamento e sua execução exitosa – declarou o governador Cláudio Castro.

O saldo da operação foi apresentado em coletiva de imprensa, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, com a participação dos secretários de Polícia Militar, coronel Luiz Henrique; de Governo, Bernardo Rossi; de Turismo, Gustavo Tutuca, além da delegada Raíssa Celles, representando a Polícia Civil. O efetivo total contou com 7.500 policiais militares, 1.000 policiais civis, 400 agentes do Segurança Presente e 450 bombeiros. A prova do Enem, realizada em diversos pontos no domingo, também teve policiamento reforçado com 2.780 agentes.

Somente no sábado, a Polícia Militar atuou com 2.400 do Comando de Operações (COE) e Batalhão Especial de Policiamento de Estádios (BEPE), entre outros batalhões, e conseguiu controlar confrontos pontuais durante a final da Conmebol Libertadores. De acordo com o secretário de Polícia Militar, Coronel Luiz Henrique, o trabalho foi bem sucedido e o grande esquema de segurança continua na festa de comemoração do título, realizada pelo Fluminense no próximo dia 12/11, previsto para o Centro da Cidade.

  • A operação foi excelente. Desarticulamos pontos de conflitos e atuamos em pequenas ocorrências. Na festa de comemoração do título vamos empregar todo o planejamento que utilizamos nos desfiles dos grandes blocos de carnaval. A princípio, teremos 25 pontos de bloqueio e 800 policiais militares na segurança – explicou o secretário.

Prisão por injúria racial

Policiais civis da 12ª DP (Copacabana) prenderam em flagrante, no último sábado (04/11), um torcedor que fez ofensas racistas a uma estudante de 17 anos, em uma lanchonete, em Copacabana. Ele foi autuado pelo crime de injúria por preconceito. Dois outros casos estão sendo investigados.

  • Ao todo, foram três crimes envolvendo intolerância racial. Dois foram registrados na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância. O primeiro, foi durante uma transmissão para uma TV Argentina, o autor já foi identificado. O outro, está sendo investigado. No terceiro caso, o autor foi preso – disse a delegada Raíssa Celles.

Atuação do Corpo de Bombeiros

A Operação Praia teve atuação da PM, dos agentes do Segurança Presente e também do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ). A corporação envolveu cerca de 450 militares, 20 unidades e 100 viaturas, posicionadas em pontos estratégicos da orla do Rio de Janeiro, como a Fan Zone da competição, montada na orla de Copacabana, e demais locais de concentração de torcedores, como o Maracanã, o Sambódromo e Cinelândia. Cerca de 150 salvamentos marítimos foram realizados de quinta até domingo, somente em Copacabana.

Setur cria Grupo de Trabalho de Apoio aos Eventos de Negócios Corporativos

Para reforçar a integração das ações de segurança em eventos futuros, a Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro (Setur-RJ) e a TurisRio anunciam a criação do Grupo de Trabalho de Apoio aos Eventos de Negócios Corporativos, em parceria com a Secretaria de Polícia Militar. O GT já atuou neste feriado prolongado.

O objetivo é funcionar como instrumento de diálogo entre a sociedade civil e o Governo do Estado do Rio de Janeiro, para monitorar e melhorar a gestão de políticas públicas. Basta que os organizadores cadastrem o seu evento no site da Setur-RJ para que recebam apoio da pasta, em parceria com a Secretaria de Estado de Polícia Militar e demais órgãos envolvidos.

Reiteramos o compromisso da SETUR-RJ e da TurisRio na busca contínua por medidas eficazes para tornar o nosso destino cada vez mais atrativo e preparado para a realização de eventos no estado do Rio de Janeiro – explicou o secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca.

Veja também

Alternar braços, durante a vacinação não é apenas uma escolha prática, mas uma estratégia que pode resultar em melhor resultado
às
AquaRio, abre mais cedo para receber pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e suas famílias circuito adaptado das 8h30 às 10h
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias